HGC concede alta médica aos mais de 100 trabalhadores da fábrica de calçados efcu-e.P.

Os mais de 100 tabalhadores da empresa EFCU-E.P. que deram entrada  segunda-feira, 2 de Setembro de 2023,  no banco de urgência do Hospital Geral dos Cajueiros estão fora de perigo e já  receberam alta médica.

Foram 178 pacientes,  vindos da fábrica de calçados e uniformes EFCU-E.P., em  estado crítico, atendidos no banco de  urgência pela equipa médica do Hospital Geral dos Cajueiros. O HGC informa que dos cento e setenta e oito trabalhadores,  171 eram  mulheres, das quais 2 gestantes, e 7 homens, após a inalação de uma substância tóxica não especificada,  apresentando  diversos sinais e sintomas, entre eles, dispeneia (falta de ar), tonturas, náuseas, vómitos, epigastralgia (dor de estômago e outros), segundo informações avançadas pela Directora de Enfermagem do HGC, Marcelina Barão Joaquim.

A responsável disse, também, que, apesar de terem recebido alta, muitos deles ainda continuam a regressar ao Hospital Geral dos Cajueiros em busca de assistência médica e medicamentosa.

“No dia 3 de Outubro, recepcionámos mais 28 pacientes e, no dia 4, 53 pacientes que também foram vítimas do mesmo ocorrido”, precisou a directora de Enfermagem do HGC.

Administradora Municipal do Cazenga: Acreditamos que o resultado desta visita será positivo e vai reflectir-se na vida da comunidade do município

A Administradora Municipal do Cazenga, Nádia Evelise Martins de Sousa Neto, referiu que a visita do Presidente da República ao Hospital Geral dos Cajueiros demonstra a preocupação do Titular do Poder Executivo com a resolução dos problemas que a comunidade enfrenta quanto à assistência médica e medicamentosa no município do Cazenga em particular, nao esquecendo o resto dos municípios de Luanda em geral.

Read More »